FAP

Receção aos Novos Estudantes da Universidade do Porto

No passado dia 11 de setembro realizou-se na Praça Gomes Teixeira, a receção aos novos estudantes da U.Porto, na qual o Presidente da Federação Académica do Porto esteve presente, dando as boas-vindas aos novos estudantes da Academia do Porto:

"Hoje começa uma nova etapa nas vossas vidas. A definição do vosso futuro profissional começa agora, aqui na Universidade do Porto, uma instituição de ensino e investigação científica de referência, entre as 150 melhores universidades europeias, um destino procurado por milhares de estudantes internacionais. É nesta universidade, nas salas de aula, bibliotecas, laboratórios ou oficinas, que vão aprender a teoria e a prática necessário ao vosso futuro profissional.

Mas o Ensino Superior não se limita às aulas. Venham ou não a exercer uma profissão relacionada com o curso que vão frequentar, as experiências pelas quais vão passar ao longo dos próximos anos vão permitir-vos ganhar novas competências e desenvolver novas maneiras de pensar.

Estudar na Universidade do Porto é pertencer à Academia do Porto. Como Presidente da Federação Académica do Porto estou aqui, perante todos vós, para vos convidar a viver a cidade e a Academia, a usufruir da oferta cultural, a continuar ou experimentar uma nova modalidade desportiva, a fazer voluntariado e a participar ativamente no associativismo estudantil, na associação de estudantes da vossa faculdade e, quem sabe, um dia na FAP, tal como eu.

Muitos de vocês estão hoje aqui com grande entusiasmo. Entraram na 1ª opção, no curso que sempre desejaram. Outros nem tanto e podem até estar um bocado reticentes. No entanto, há algum comum que nos une a todos - a esperança num futuro melhor. E apesar de tudo, comparativamente com os vossos amigos ou colegas que decidiram não prosseguir para a Universidade, tirar um curso superior ainda compensa.

Estudos recentes mostram que durante a carreira profissional, uma pessoa com formação superior pode vir a ganhar mais de 60% do que uma pessoa com o ensino secundário. E o Ensino Superior é também uma oportunidade de alargar horizontes, fazer um semestre de mobilidade Erasmus, em outro país da Europa, ou até concorrer a um mestrado fora. Numa entrevista de emprego, uma experiência académica do estrangeiro, duplica a probabilidade de serem contratados.

Ao longo dos próximos anos, todos vocês se vão deparar com a possibilidade de fazer algo diferenciador: seja estudar fora; participar no associativismo, ou fazer uma qualquer atividade extra-curricular. Sempre que acontecer, não acreditem em coincidências, acreditem em oportunidades. Nesta nova etapa, neste novo desafio, o segredo está em serem capazes de identificar as melhores oportunidades.

Muitos de vocês já conhecem a cidade do Porto, alguns provavelmente até serão portuenses ou vêm de perto. Outros estarão a ter a primeira experiência longe de casa. Aproveito a presença do Sr. Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior para, perante vós, apelar uma vez mais a que sejam disponibilizados apoios, com caráter transitório, aos muitos estudantes deslocados que neste momento se deparam com a dificuldade de encontrar quartos a preços acessíveis. Após 4 anos de governação, durante os quais sempre alertámos para o aumento dos custos de alojamento e a incapacidade de resposta das residências estudantis; após a apresentação de um Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior, um aumento de 500 a 600 camas na Academia do Porto é manifestamente insuficiente.

Compreendemos que reabilitar, requalificar ou construir residências para estudantes demore o seu tempo, mas é por isso mesmo que apelamos a que seja revisto, de forma digna, o complemento de alojamento para bolseiros e criado um novo complemento, para não bolseiros, que possa atenuar o custo com alojamento enquanto a oferta não aumenta e o mercado não se ajusta.

Entrar no Ensino Superior é uma oportunidade. Cabe ao Estado, pela ação do Governo, garantir que esta oportunidade, que se diz ser para todos, esteja ao alcance de cada um de vós. Este é o desafio que deixo ao Sr. Ministro e, ao próximo Governo. A todos vós, o desafio que vos deixo é o de concluir o curso, tirando ao mesmo tempo o maior partido de todas as oportunidades que surjam na cidade e na Academia. Esse é o desafio que vai tornar a vossa vida mais interessante. Cumpri-lo vai dar-lhe um novo significado.

E por fim, não se esqueçam: Abram a porta e sejam felizes na Academia do Porto!"