FAP

Informações sobre o Protocolo de Reforço de Camas

A pandemia da COVID-19 obrigou as Instituições de Ensino Superior a realizar uma adequação do número de camas disponíveis nas residências estudantis. Com o objetivo de minimizar o prejuízo provocado por esta diminuição, a Direção Geral do Ensino Superior celebrou uma série de protocolos com a Movijovem e com outras estruturas representativas de unidades hoteleiras e de alojamento local para reforçar o número de camas disponíveis para estudantes, garantindo o cumprimento das normas de segurança da Direção Geral de Saúde e a fixação de preços para estudantes bolseiros iguais ou inferiores ao respetivo complemento de alojamento.

Ao abrigo destes acordos, as Instituições de Ensino Superior encontram-se a ser incentivadas a protocolar com as unidades hoteleiras e de alojamento local a disponibilização de oferta para os seus/suas estudantes. Desta forma, os/as estudantes interessados/as em usufruírem destes protocolos, deverão dirigir-se aos Serviços de Ação Social da sua instituição. Existe, no entanto, a hipótese de celebrar contrato de forma direta com as unidades que constam da lista publicada no site da Direção Geral de Ensino Superior e que poderão, rapidamente aceder através deste link. Aqui, será possível encontrar ainda a minuta de contrato a ser assinada pelo/a estudante e pela estrutura de alojamento e ainda as FAQ com algumas respostas às principais questões colocadas.

Adicionalmente, através das atualizações do Observatório do Alojamento Estudantil, disponível através deste link, é possível, também, verificar o número de camas disponíveis e os seus valores em todo o País. Esta plataforma constitui-se como uma ferramenta para os/as estudantes e as suas respetivas famílias na identificação de soluções adequadas para cada caso e na monitorização e transparência do alojamento, tanto na oferta pública disponível para alunos/as bolseiros/as, como para a decisão informada sobre a oferta privada.